10 dicas para você viajar de trem pela Europa


Dicas de viagem na Europa

Não tem coisa melhor do que viajar de trem, não é mesmo? Não há necessidade de chegar com horas de antecedência para fazer check-in, não é preciso despachar bagagem e correr o risco dela ser extraviada, as estações normalmente são de fácil acesso, sendo a maioria próximas ao centro da cidade, é permitido usar telefone durante a viagem, em alguns casos wifi grátis e tomada para carregar o seu celular! Perfeito, né?

Veja aqui as nossas 10 dicas para você andar de trem pela Europa:

IMG_1683

1) PASSAGENS ONLINE

Se estiver planejando fazer uma viagem de longa distância (mais de uma hora), compre sua passagem online com antecedência para garantir um preço melhor e use o site da companhia de trem, pois os tickets costumam sair mais barato do que a Rail Europe. Veja aqui a lista dos países da Europa com a sua respectiva empresa de trem.

Para ter certeza se o valor do ticket muda muito se comprado antecipadamente ou não, você pode  colocar no filtro do site a data do dia seguinte da sua pesquisa e depois, alguns meses para frente.

2) DESCONTOS EM PASSAGENS DE TREM

Existem vários tipos de descontos em passagens de trem, a dica é pesquisar as opções no site da empresa antes de fazer a compra! Essas promoções variam de companhia para companhia, por exemplo, aqui na Irlanda estudante com carteirinha paga um preço diferenciado na passagem e os tickets de ida e volta (Round-trip tickets) saem mais em conta, na Bélgica, França, Alemanha, Itália, Áustria e Inglaterra menores de 26 anos (Youths) tem um descontão, no Reino Unido tem desconto de grupo, em alguns países pessoas com mais de 60 anos (Seniors) pagam menos, há lugares que as viagens fora do horário de pico ficam mais em conta (Off-peak travel), etc. Se o seu orçamento estiver curto ou é um pouquinho pão duro como a gente, não deixe de dar uma olhadinha nessas ofertas!

3) RESERVA DE ASSENTO NO TREM

Em relação a marcação de lugar, tem empresas que permitem escolher gratuitamente o assento no momento da compra, em outras que você paga por esse serviço e tem aquelas que escolhem o lugar automaticamente. Quando é automático, as empresas, normalmente, colocam os passageiros que compraram as passagens juntos sentados perto um dos outros.

As vantagens de viajar com assento marcado são: poder marcar seu lugar perto da pessoa  que está viajando com você e não passar pelo desconforto de alguém te pedir para levantar porque o assento está reservado.

Caso não tenha um assento marcado, procure saber se existe alguma forma de sinalização de  reserva, aqui na Irlanda tem um visor em cima da cadeira informando o nome da pessoa, no Reino Unido eles colocam um papelzinho na cabeceira do assento etc.

IMG_1685

Uma outra coisa que é rara, mas pode acontecer é o trem atingir a lotação máxima e alguns passageiros terem que viajar em pé. Já presenciamos isso aqui na Irlanda quando estávamos indo de Waterford para Dublin em um dia de feriado.

4) PONTUALIDADE

O ideal é chegar no mínimo uns 20 minutos com antecedência na estação para que você tenha tempo de identificar a plataforma do seu trem, validar o ticket (quando é necessário) etc.

5) SINALIZAÇÃO

Nem sempre o destino principal do trem vai ser o ser a cidade que você vai, pois o trem ao longo do caminho faz várias paradas. Normalmente os destinos do trem costumam parecer no visor da plataforma com letras menores. Se estiver com dúvida, não custa perguntar!

6) MALAS

O bom de viajar de trem é que não tem limite de bagagem restrito como nas empresas de avião low cost da Europa. Antes de viajar, a gente recomenda dar uma olhadinha no site da empresa para checar se há alguma restrição de mala, mas, normalmente, eles não fazem muito controle disso.

Dentro do trem, você pode guardar a sua mala no bagageiro que fica em cima da poltrona (que normalmente não é muito grande), entre as costas de uma cadeira e outra ou no início do vagão, que costuma tem um espaço de bagagem. A vantagem de levar mala pequena é que a chance dela ficar próximo ao seu assento é maior.

IMG_1686

7) ESCALAS

Procure saber se durante a sua viagem vai ter alguma escala.  Teve uma vez que viajamos e só tínhamos dois minutos para sair do trem e entrar no outro e confesso que foi correria e ansiedade total! O ideal é ter alguns minutos de segurança, pois o trem pode atrasar e você pode ter dificuldade de encontrar a plataforma etc.

8) GUARDA-VOLUME

Se for fazer um passeio de bate e volta em alguma cidade, você pode procurar por guarda volumes na estação. Muitas cidades da Europa oferecem esse serviço e não costuma ser muito caro (por volta de €5). A gente costuma dividir um armário e aí fica mais em conta ainda.

Dos lugares que já conhecemos, só tivemos dificuldade de guardar nossas malas no Reino Unido, pois eles não têm esses armários na estação. Quando estávamos lá encontramos alguns hostels, cafeterias ou estabelecimentos desses tipos com o serviço de guarda volume, mas eles costumam cobrar bem caro, pois você paga por mala e não pelo espaço que elas ocupam.

9) TICKET

Não jogue fora a sua passagem de trem até sair da estação. Ao longo da sua viagem, o fiscal pode solicitá-la para conferência ou na saída do trem pode ter uma roleta onde você deve inserir o ticket para sair, etc. Vale lembrar que se estiver sem seu ticket, você poderá ser multado.

10) LANCHE

Muitas empresas possuem o serviço de bordo ou lanchonete para você comprar o seu lanche, mas caso não queira gastar muito, a gente recomenda você levar o que vai comer e uma garrafa de água.

Vale dizer que há vários países que permitem que os passageiros consumam bebidas alcoólicas ao longo das viagens. Se o lugar que você estiver essa prática for permitida, você pode levar a sua própria bebida.

E agora? Está se sentindo preparado para viajar de trem? Se souber uma dica que ficou faltando, compartilhe conosco nos comentários! Boa viagem!


Leia também:

Anúncios

4 respostas em “10 dicas para você viajar de trem pela Europa

  1. Pingback: 10 dicas para você planejar a sua viagem a Irlanda (parte I) | Vivendo em Férias

  2. Pingback: 10 atrações imperdíveis em Belfast – Primeiro dia do roteiro | Vivendo em Férias

  3. Pingback: 10 dicas para viajar pela Irlanda (parte II) | Vivendo em Férias

  4. Pingback: 10 dicas para viajar pela Irlanda (parte I) | Vivendo em Férias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s